Aéreas do Brasil, é a exposição e o livro de fotos aéreas que Cássio Vasconcellos fez em todas as regiões do Brasil. Parte do mesmo projeto, exposição e livro se complementam, com seleções de diferentes fotografias aéreas para mostrar a diversidade das paisagens naturais e urbanas do país.

A Exposição abriu em 17 de maio e durou até meados de Junho de 2014, em São Paulo no Paço das Artes/ USP

Tarde de Autógrafos e Debate com o Autor

O livro está sendo relançado com uma tarde de autógrafos durante a PARTE - Feira de Arte Contemporânea, no sábado, 08 de Novembro de 2014 às 16h00, no stand da galeria Fotospot (stand b07). No mesmo dia, as 15h00, Cássio Vasconcellos participa de um debate com o também fotógrafo Eduardo Muylaert. A feira PARTE acontece no Paço das Artes da USP, na Av. da Universidade n.1, Cidade Universitário, Zona Oeste de São Paulo.

Sobre Cássio Vasconcellos

Cássio Campos Vasconcellos (São Paulo, 1965) iniciou sua trajetória na fotografia em 1981, na escola Imagem-Ação. Seus trabalhos já foram exibidos mais de 180 vezes em 20 países. Nos últimos anos, o artista (e também piloto) apresentou "Coletivos", no Today Art Museum (TAM), Pequim, China (2013); "Itinerant Languages of Photography", Princeton University Art Museum, Princeton, New Jersey, Estados Unidos (2013); e "O Elogio da Vertigem: Coleção Itaú de Fotografia", Maison Européenne de La Photographie, Paris, França (2012).

Cássio Vasconcellos publicou livros como Panorâmicas, Aéreas e Noturnos São Paulo (2002). Ganhou vários prêmios, como o Conrado Wessel de Arte (2011) e Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA – 2002) e suas imagens fazem parte das principais coleções do Brasil, como o MASP – Museu de Arte de São Paulo (São Paulo, Brasil), e do exterior, na Bibliothèque Nationale (Paris, France) e no Museum of Fine Arts (Houston, United States).

Aéreas do Brasil - O Livro

Com mais de 150 fotos aéreas, o livro é uma viagem por vários cantos do Brasil, apresentando paisagens e cenas que impressionam pelo imprevisível das formas captadas. Assim, o leitor passa a perceber de forma diferente lugares familiares – como a praia de Ipanema e os arranha-céus paulistanos – e também a reconhecer a beleza em paisagens desconhecidas ou irreconhecíveis, como salinas, dunas do rosado e plantações de laranjas. Com mais de 700 horas de voos como fotógrafo e algumas horas também como piloto de helicóptero, Cássio é autor do maior acervo de imagens aéreas do País.

Saiba mais sobre o livro »